fbpx

Alimentos para aumentar a testosterona

Alimentos para aumentar a testosterona

Para quem busca um desenvolvimento muscular é fundamental manter bons níveis de testosterona no corpo, este hormônio é responsável por diversas funções metabólicas, entre estas vale citar que promove a síntese proteica. A dica é válida para homens e mulheres.

Aumentar naturalmente a testosterona é algo que não irá melhorar apenas seu desempenho nos treinos, mas sim sua qualidade de vida de um modo geral.

Alguns dos principais benefícios que o aumento dos níveis naturais de testosterona podem lhe oferecer:

– Aumento de volume e força muscular

– Diminuição do nível de gordura corporal

– Maior desejo e resistência sexual

– Melhora do Humor

– Diminuição dos Níveis de Colesterol

Existem diversos alimentos que ajudam e aumentam a produção do “hormônio da masculinidade”.

Carnes magras: Principais fontes de proteínas, as carnes magras são essenciais na dieta de quem deseja produzir mais testosterona de forma natural. Alcatra, filé mignon, maminha, fraldinha e baby beef são os mais indicados, sempre livres daquela capa de gordura e, de preferência, grelhados. Peito de frango grelhado e peixes, que têm menos calorias que carnes bovinas, também são boas pedidas.

Além do mais, as carnes magras também são fonte de zinco e contam com baixas taxas de gordura saturada, importantes para sintetizar a testosterona em nosso organismo.

Ostras: Ricas em zinco, são consideradas um alimento afrodisíaco, pois estimulam a produção de espermatozoides e melhoram a libido. Podem ser consumidas cruas ou cozidas. O Zinco é necessário para que a testosterona possa ser liberada nos testículos, afinal se a testosterona não estiver livre na corrente sanguínea não terá como desempenhar suas funções.

Feijão: O feijão é uma das maiores fonte de zinco entre os vegetais, somado ao fato de ser rico em proteínas e possuir pouca gordura o torna um alimento altamente recomendado.

Ovos: O colesterol presente nos ovos é indispensável para a síntese da testosterona pelo organismo, além das claras serem riquíssimas em proteínas.

Brócolis, repolho, e couves: Esses alimentos evitam altas taxas de estrogênio no organismo, responsáveis pelo acúmulo de gorduras e baixa taxa de crescimento muscular.

Queijo Cottage: Uma xícara de queijo cottage 1% tem mais proteína e menos gordura do que uma porção de carne magra ou frango. Tê-lo como um lanche ou uma refeição para o potencial de testosterona.

Alho: O principal componente responsável pelos benefícios do alho é a alicina, substância que eleva a taxa do hormônio masculino e ainda inibe a produção de cortisol, hormônio que limita a ação da testosterona.

Frutas: São benéficas de diversas formas para nosso corpo. Maçã e banana, por exemplo, colaboram com a produção de zinco, elemento fundamental para síntese da testosterona. Já tomate, laranja, maracujá, limão, acerola e morango têm grandes quantidades de vitamina C em sua composição, um importante aliado da produção hormonal.

Gorduras saudáveis: Certos tipos de gorduras também podem ser saudáveis. Alimentos como nozes, castanhas, azeitonas, amêndoas, azeite extra-virgem ou de oliva, linhaça, abacate e olhos vegetais, coco, canola, soja e girassol, são extremamente ricos neste ingrediente e devem ser consumidos em maior quantidade para aumentar a dosagem do hormônio masculino no organismo.

Open chat
Powered by